A taurina está envolvida nos mecanismos de excitação-contração de músculo esquelético, afetando a transmissão dos impulsos elétricos dirigidos para as fibras musculares.

A taurina aumenta a contração muscular e por isso seu envolvimento na performance esportiva e função cardiovascular, atua como antioxidante, restitui os níveis de cálcio intramuscular além de promover a entrada de água para dentro das células musculares, tornando-as mais volumosas. A taurina pode ser utilizada como antioxidante e pode proteger contra doenças cardiovasculares e doenças degenerativas, além de reduzir a glicemia e reduzir as doses necessárias de insulina em diabéticos. É utilizada em bebidas energéticas devido a seu efeito de aumentar o estado de alerta mental.

A taurina é encontrada em altas concentrações em tecidos com alto requerimento de energia, como o coração, músculos, fígado e pulmões. Seu efeito no aumento da performance muscular torna possível sua aplicação tanto em programas de aumento de performance esportiva como em programas de emagrecimento.

Dose sugerida: 50mg a 100mg de taurina, por via sublingual, uma a duas vezes ao dia. Em insuficiência cardíaca congestiva a dose de taurina, via oral, deve ser de 2g até 6g diárias, divididas ao longo do dia. Para tratamento de hepatite aguda a dose via oral é de 4g três vezes ao dia durante seis semanas.

Para melhorar a absorção da taurina, a via sublingual pode ser empregada, pois a taurina consegue passar a mucosa sublingual com facilidade. As pastilhas sublinguais são uma forma bastante saborosa, agradável e extremamente eficaz de suplementar este aminoácido, protegendo-o da degradação gástrica e do mecanismo de primeira passagem hepática.

Produtos Relacionados